Web Rádio

No tempo extra Alemanha vence Argentina e conquista o tetracampeonato na América

13 JUL 2014
13 de Julho de 2014

Por Clemente Santos

Alemanha e Argentina fizeram o jogo da decisão do Mundial de Futebol 2014 no Brasil. A partida teve inicio às 16h deste domingo em um Maracanã repleto de torcedores brasileiros, argentinos e alemães. Em campo cinco títulos mundiais, uma das seleções se tornaria tri e a outra  tetracampeã mundial.

Os alemães chegaram para a sua décima oitava Copa do Mundo, apontados como favoritos ao título. A esperança dos germânicos estava na geração talentosa de atletas como Bastian Schweinsteiger, Philipp Lanhm e Thomas Müller, amadurecida após as campanhas nos Mundiais de 2006 e 2010.

A Argentina chegou para disputar o décimo sexto mundial com otimismo. Apesar de sempre entrarem na competição como favoritos, os argentinos não chegavam a uma final desde 1990, quando ficaram com o vice-campeonato. A expectativa da conquista do título foi depositada no desempenho do craque Lionel Messi, que tentou repetir o feito do compatriota Diego Maradona e ser protagonista da conquista de um mundial.

O jogo começou com os alemães tendo mais posse de bola e trocando passes, para tentar furar o bloqueio argentino. Com saídas rápidas da defesa, os argentinos investiam nos contra-ataques. Aos três minutos, Higuain bateu cruzado e Neuer só olhou a saída da bola. Os argentinos tiveram outra chance de gol, aos 21 minutos, falha na defesa alemã. Num recuo errado, Toni Kross deixou Higuain cara a cara com Neuer, mas o atacante não aproveitou. O camisa 9 argentino chegou a balançar as redes aos 29 minutos, mas a arbitragem marcou impedimento. Os sul-americanos partiam para cima a cada lance, mostrando superioridade na partida e com mais chances de abrir o placar. Durante o primeiro tempo, os argentinos estiveram mais próximos do tri que os alemães do tetracampeonato.

O segundo tempo foi bastante tenso, com Messi tentando fazer jogadas individuais, mas parando nos defensores germânicos. Com mais volume de jogo, a seleção alemã chegava ao ataque rival, mas não finalizava bem.

Aos 36 minutos, Özil tocou para Kross na meia-lua da grande área argentina, que chutou colocado, mas a bola foi para fora. Mesmo assim, o grande lance desperdiçado assustou o goleiro Romero. Nos acréscimos, o volante Biglia recuou a bola de forma errada, Götze recebeu na intermediária e arriscou de longe, sem perigo para o arqueiro argentino.

A prorrogação começou com a Alemanha partindo para cima. Nos primeiros minutos do tempo extra, Götze tocou para Schürrle, que chutou de primeira e exigiu grande defesa de Romero. Aos seis minutos, a Argentina atacou. Palacio recebeu nas costas de Hummels e ficou cara a cara com Neuer, tentou tocar por cobertura, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Na segunda parte do tempo-extra, aos sete minutos, Schürrle arrancou pela esquerda e cruzou para área Argentina. Götze dominou no peito e bateu de perna esquerda na saída de Romero, e partiu para comemorar o gol. O tetracampeonato estava garantido para os alemães, após  vitória sofrida contra os Argentinos por um a zero. 

Voltar

Web Rádio Premium Esportes. O seu esporte no caminho do bem!