Web Rádio

É campeão! Brasil vence Colômbia e conquista o oitavo título do Grand Prix de Futsal

16 NOV 2014
16 de Novembro de 2014
Falcão levanta a taça de campeão do Grand Prix de Futsal (Foto: Gaspar Nóbrega/Photo&Grafia)

Por Camila Andrade

A Seleção Brasileira, entrou na quadra do Ginásio Poliesportivo de São Bernardo do Campo, neste domingo, para disputar o título do Grand Prix de Futsal. De um lado a vencedora de sete, das oito edições da competição, do outro, a que queria surpreender e chegar a final. Isso a Colômbia conseguiu, só não foi páreo para a seleção brasileira, que venceu por 7 a 2 e conquistou o oitavo título.

As duas seleções já se enfrentaram na primeira fase, em um jogo em que os brasileiros menos marcaram, vencendo por 4 a 0, em partida em que garantiu aos donos da casa a vaga para a próxima fase.

Dessa vez, os colombianos não facilitaram a vida do Brasil, tanto que, foram eles que sairiam na frente. Logo no primeiro minuto, o camisa 13, Yulian, abriu o placar, demonstrando que não iriam tornar o titulo  do adversário de mão beijada. Mesmo os brasileiros chegando bem no ataque, mas os colombianos conseguiam parar as investidas, principalmente com as boas defesas de Lozano.

Em uma cobrança de falta, Falcão, mandou no travessão. Minutos depois, ele foi derrubado e desta vez, ao invés de tentar mandar direto para o gol, mandou para Rodrigo, mas, o goleiro colombiano estava mesmo inspirado.

A partida começou a ficar mais nervosa e o Brasil sentiu isso, errando passes na metade do primeiro tempo. Com dez minutos, a jogada saiu de trás para Pepita bater, mas, a bola foi para fora e o escanteio, acabou por virar contra-ataque colombiano e voltou para o Brasil, para Leandro abrir o marcador brasileiro.

Faltando quatro minutos para o fim do primeiro tempo, Falcão matou no peito, girou e mandou para fora. Em seguida, o árbitro apitou e Rodrigo chutou para o gol, mas não valeu nada. Dois minutos finais, falta para a Colômbia, Yulian bateu falta que parou na barreira brasileira. Pouco depois, Falcão voltou a aparecer no jogo e levou a torcida ao delírio, com uma girada, mas a bola foi pra fora e, de novo, ele fez uma jogada para deixar o público mais animado.

E a etapa final, começou com o Brasil dando o recado. Com apenas dez segundos Rodrigo marcou o segundo. Dois minutos, tem tabela com Falcão, Rodrigo marcou o terceiro. Mas a Colômbia também fez logo em seguida, em uma batida de longe de Angellot e a bola bater em Yullian, que enganou até mesmo aqueles que assistiam.

Valdin, com quatro minutos, mandou uma bomba, para anotar o quarto. O quinto gol brasileiro saiu dos pés de Daniel, após o goleiro Gian fazer o lançamento, que foi direto para o ala só chutar forte e carimbar mais um.

Com quinze minutos de partida, cobrança de falta brasileira. Falcão bateu, mas, a bola parou no goleiro colombiano, e não estava ali, a hora do craque da quadra brasileira fazer o seu. Com dezesseis minutos, Rodrigo, bateu e Daniel teve somente o trabalho de balançar a rede. Após o sexto gol brasileiro, a torcida já gritava “É Campeão”.

E o sétimo gol, não poderia sair dos pés de outro jogador, senão de Falcão. Ele chutou da quadra de defesa e marcou um belo gol, levantando ainda mais uma torcida que não conseguia mais segurar a empolgação por mais um título e enfim, após o tempo final, fazer a festa.

Ao fim da partida, o Brasil conquistou o octacampeonato, das nove em que disputou, sendo então, o maior vencedor do Grand Prix de Futsal. Falcão, foi eleito o melhor jogador do torneio.

Na disputa pelo bronze, quem levou a melhor foi a seleção do Irã, que aplicou a maior goleada da nona edição do Grand Prix, vencendo por 10 x 4.

Voltar

Web Rádio Premium Esportes. O seu esporte no caminho do bem!