Web Rádio

Com dois de Jadson, Corinthians derrota o Santos e quebra sequência negativa de clássicos na temporada

20 SET 2015
20 de Setembro de 2015

                      Jogadores do Corinthians comemoram gol sobre o Santos (Foto: Marcos Ribolli)

Por Henrique Masini Hein

O Corinthians estava sem vencer um de seus arquirrivais paulistas há nove jogos. Estava! Na manhã ensolarada e quente desse domingo, o Timão foi absoluto em campo e derrotou o Santos, por 2x0, com dois gols do meia-atacante Jadson.

Com a vitória os comandados do técnico Tite abrem agora oito pontos de vantagem para o vice-líder Atlético-MG, que ainda jogo ás 16h, contra o Flamengo, no Independência.  O Santos, derrotado em campo, acabou se afastando do grupo de times que briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores. Os atletas da Baixada Santistas saem de Itaquera indignados com arbitragem de Flávio Rodrigues Guerra.

Aos 40 minutos do segundo tempo, Vagner Love foi tocado por Zeca dentro da área. O juiz mandou seguir e voltou atrás sob auxilio do bandeira Rogério Pablos Zanardo, que viu o toque e assinalou o pênalti. Na sequência a arbitragem, ao invés de expulsar o lateral Zeca (que fez o pênalti) errou na análise e expulsou o zagueiro David Braz, que se quer estava na disputa da jogada. O jogo parou por pouco mais de seis minutos antes de Jadson abrir o placar.

Na próxima rodada, o Corinthians sai para enfrentar o Figueirense no Orlando Scarpelli e, o Santos, em contra partida, recebe o Internacional na Vila Belmiro.

O JOGO:

O calor das 11h da manhã poderia ser até ser um empecilho para a realização de mais um bom clássico entre Corinthians e Santos no ano. Poderia! Porém, mesmo com o sol de Itaquera beirando os 38º C, o que não faltou foi disposição às duas equipes em grande parte do jogo.

Nos primeiros 45 minutos quem tomou a iniciativa foi o Corinthians. O time do Parque São Jorge procurou durante esse período anular as principais peças do meio campo santista. A forte marcação realizada no circulo central pelos atletas corintianos funcionava na medida em que o Santos não concretizava as suas jogadas de contra-ataque, que terminavam quase sempre, em passes errados ou forçados sem necessidade. Sendo assim, sobrou para o goleiro Vanderlei trabalhar.  

O camisa 1 fez de tudo e mais um pouco para impedir com que o Peixe não saísse em desvantagem. Ao todo foram quatro defesas de alto grau de dificuldade durante todo o primeiro tempo.

Nos acréscimos, o clima ficou pesado em campo! Após Marquinhos Gabriel levar advertência com cartão amarelo, por reclamar um pisão (sem intenção) de Ralf no meio campo, o zagueiro Werley acabou sendo expulso sem se quer entrar campo.  O defensor praiano era uma das opções no banco de reservas do técnico Dorival Júnior para a partida, porém ao se revoltar com o cartão dado ao companheiro de equipe (Marquinhos Gabriel), o camisa 4 levou dois amarelos em sequência por reclamações ostensivas e, após ser expulso pelo árbitro Flávio Rodrigues Guerra, foi para cima do quarto árbitro Thiago Duarte Peixoto e o empurrou de leve. O lance, mesmo que fora de campo, lembrou bastante outros casos recentes, como a do volante Petros e do atacante Dudu do Palmeiras. Em ambos os casos, os dois atletas foram a julgamento no STJD por conta da atitude antidesportiva.

No segundo tempo, o jogo caiu bastante de rendimento nos primeiros 15 minutos. Muito toque de bola e nenhuma situação de gol criada por parte das duas equipes. A partir disso, o Corinthians cansou de perder gols. Foram três chances claras desperdiçadas em um período de 20 minutos.

Na primeira, Jadson cobrou falta da ponta esquerda para trás e Renato Augusto chegou chutando forte de chapa; a bola explodiu na trave esquerda de Vanderlei. Bela jogada ensaiada do Timão. Na segunda chance, Fagner recebeu ótima bola na direita; invadiu área e ficou de frente para o gol adversário. O lateral chutou forte, mas bateu por cima do gol. Outra grande chance perdida pelos comandados do técnico Tite.

Aos 34 minutos, lance polêmico e pênalti para o Corinthians. O jogo parou por pouco mais de seis minutos por reclamações veementes dos jogadores do Santos. Após jogada de Lucca pela direita (que tinha acabado de entrar) a bola sobrou para Vagner Love que ao chutar foi calçado pelo lateral Zeca. Após o auxilio do bandeira Rogério Pablos Zanardo na marcação, a arbitragem se perdeu completamente . De forma equivocada, o zagueiro David Braz que sequer participou da jogada do pênalti, foi expulso. Confusão e briga entre os jogadores e comissões técnicas dentro de campo.

Jadson que não teve nada a ver com isso cobrou no canto direito baixo e abriu o placar do clássico aos 40 minutos. Dois minutos depois, com o Santos desnorteado em campo, outro gol de Jadson.  Aos 42 minutos, após rápido contra-ataque, Jadson aproveitou o cruzamento de Elias; contou com o erro dos defensores e só tirou do goleiro Vanderlei para fazer 2x0.

Com o jogo decido, o Corinthians trocou passes junto com a sua torcida. Das arquibancadas p grito de “Olé” ecoava sobre o estádio. Fim de jogo, vitória e reabilitação corintiana em clássicos.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2X0 SANTOS

DATA E LOCAL DO JOGO: 20/09/2015 – ARENA CORINTHIANS

ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues Guerra (SP), auxiliado por Rogério Pablos Zanardo (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP). O quarto árbitro é Thiago Duarte Peixoto (SP).

PÚBLICO E RENDA: 41.748 pagantes para uma renda de R$ 2.649.100,00.

GOLS CORINTHIANS: Jadson (duas vezes) aos 40 e 42 do 2º tempo.

GOLS SANTOS: -

CARTÕES CORINTHIANS: Felipe e Elias (Amarelo).

CARTÕES SANTOS: Lucas Lima, Marquinhos Gabriel, Neto Berola, Ricardo Oliveira (Amarelo) e David Braz e Werley (Vermelho).

ESCALAÇÃO CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Felipe, Gil e Yago; Ralf, Elias (Cristian), Jadson, Renato Augusto e Malcom (Lucca); Vagner Love (Danilo).                                                               Técnico: Tite.

ESCALAÇÃO SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato, Lucas Lima e Marquinhos Gabriel (Leandro); Gabriel (Neto Berola) e Ricardo Oliveira (Paulo Ricardo).                                                                                                                             Técnico: Dorival Júnior. 

Voltar

Web Rádio Premium Esportes. O seu esporte no caminho do bem!